(in)delicadeza de amar.

Páginas

domingo, 27 de fevereiro de 2011



Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro.

E quero muito. Agora!