(in)delicadeza de amar.: Agora vou falar da minha rainha Maria da Gloria (mãe)

Páginas

sexta-feira, 4 de março de 2011

Agora vou falar da minha rainha Maria da Gloria (mãe)



Ontem estava contando pra ela a bobagem que eu tinha feito, uma coisa que não é necessário que uma mãe saiba, mas ela é diferente, eu contei, eu chorei, eu desabafei. Minha vida toda sempre foi assim, são pouquíssimas coisas que ela não sabe que eu fiz, a maioria sem importância.
Ela é a minha melhor amiga sem nenhuma duvida, ela só quer o meu bem.
Se ela já errou comigo eu tenho certeza que foi tentando acertar.


As vezes do nada me vem na cabeça que um dia ela partirá, me da um aperto tão grande no coração que eu choro. Mas como ela sempre diz: faz parte da vida.
O que me consola agora é ter a plena certeza de que quando ela for nos reencontraremos no céu. Que maravilha não?!


Mãe muito obrigada por tudo.
Sou grata a ti por todas as broncas que me deu e continua me dando, pois isso ajuda com que eu me endireite. Mãe obrigada por me ensinar o caminho por onde devo andar.
Muito obrigada por ser esse exemplo de mãe que você é.
Obrigada também por me amar tanto, mesmo eu não merecendo.
Obrigada por tudo.


Te amo muuuiitãoo !





Finda-se este dia que meu Pai me deu. Sombras vespertinas cobrem já o céu. 
Oh! Jesus bendito, se comigo estás, eu não temo a noite, vou dormir em paz... 
Com os meus pecados eu te entristeci. Mas perdão te peço, por amor de ti. 
Sou humano e fraco livra-me do mal, e seguro durmo sono e paz real...
Guarda o marinheiro do violento mar, e aos que sofrem dores queiras confortar. 
Ao culpado estende tua mão, Senhor. Manda ao triste e aflito, o consolador... 
Pelos pais e amigos, pela santa lei, pelo amor divino, graças te darei. 
Oh! Jesus aceita, minha petição, E seguro eu durmo, sem preocupação...      ㅤ     ㅤ    ㅤ    ㅤ       ㅤ     Cantava pra eu ninar. ♪♪