(in)delicadeza de amar.

Páginas

quinta-feira, 7 de abril de 2011



 É como se você tivesse mil motivos para sorrir e ser feliz, e apenas um para chorar. E, de alguma forma, esse motivo consegue se sobressair todos os dias. É como se mil pessoas se importassem com você, menos uma. E, de alguma forma, era a única que você necessitava que se importasse. Porque você se importa com ela mais que tudo.


- Sim, me importo, mais que tudo. Você é muito importante pra mim.
 Mas eu juro que da próxima vez que nos vermos eu já estarei ótima e morta de paixão, mas não será por você novamente, eu juro
 Enquanto não acontece, eu fico imaginando.