(in)delicadeza de amar.: Do filme "Eu sei que vou te amar."

Páginas

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Do filme "Eu sei que vou te amar."

"- Falar o quê? Que eu te amava feito uma louca? Que o dia que você me beijou as pedras do chão estavam brilhando como estrelas? Isto! Comparação ridícula: os paralelepípedos eram estrelas azuis... eu olhava pra você...meu amor..você era o meu amor...e você parecia um artista de televisão...tinha uma tela de luz em volta do teu rosto...parecia o Marlon Brando...e eu...olhava para você e o mar atrás do teu cabelo ficou verde-escuro e teus olhos...é o seguinte: ficou tudo sólido de repente...a paisagem...em três partes...eu me lembro exatamente...tinha atrás de você o mar...o mar ficou vivo...verde-escuro, parecia que ia entornar na praia...vinha uma luz rosa de um neon da sorveteria que já estava aceso...você pôs a mão nos meus olhos...tapou...assim...e me deu um outro beijo de leve...leve...e quando você tirou a mão...eu abri os olhos...e o mundo tinha mudado...estava tudo diferente...a noite tinha caído...parecia uns desenhos...uns riscos luminosos no ar...os postes acesos (...)  E a rua cheia de estrelas grandes ventando...movia tudo...mudou a paisagem..."


Me lembro que quando esse filme começou eu me apaixonei pelas belas palavras da atriz, daí ela começou a falar outras coisas e eu não assisti mais, na época minha mãe não deixou, e depois eu não sabia o nome do filme e perdi o interesse. 
Mas agora eu achei as palavras que eu me identifiquei e são essas ai de cima. 
Áh, e o filme não me parece tão bom.. rs