(in)delicadeza de amar.

Páginas

sexta-feira, 15 de abril de 2011

''Os magnetismos das pessoas cruzam-se e descruzam-se, acho, meio que aleatoriamente, por algum tempo, por nenhum tempo, por muito tempo.''


Caio F. Abreu.