(in)delicadeza de amar.

Páginas

terça-feira, 17 de maio de 2011

Amor? Não sei. É meio paranóico. Parece uma coisa para enlouquecer a gente devagar. 

Caio F. Abreu