(in)delicadeza de amar.

Páginas

quarta-feira, 8 de junho de 2011





Tô exausto de construir e demolir fantasias. Não quero me encantar com ninguém.