(in)delicadeza de amar.

Páginas

quarta-feira, 22 de junho de 2011



Foi por isso que corri, tentei fugir, mas quando tem que ser, não adianta, será. E olha só, passei tanto tempo fugindo de um alguém que hoje sofro por não ser totalmente meu. Agora me diz, por quê?
Caio Fernando Abreu