(in)delicadeza de amar.

Páginas

sábado, 25 de junho de 2011

Tumblr_lwwztiqfcm1qm230vo1_500_large

Somos inocentes em pensar, que sentimentos são coisas passíveis de serem controladas. Eles simplesmente vêm e vão, não batem na porta, não pedem licença. Invadem, machucam, alegram (...)

Caio Fernando Abreu