(in)delicadeza de amar.

Páginas

quinta-feira, 28 de julho de 2011





 Não venha roubar minha solidão, se não tiver algo mais valioso para oferecer em troca. 

Nietzsche