(in)delicadeza de amar.

Páginas

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ontem tomei um táxi e me distraí tanto olhando pela janela que no meio do caminho estendi a mão para o banco vazio do lado querendo pegar tua mão. Tô com saudade.


Caio Fernando Abreu

Vou ficar mais relax mesmo (...) É apenas um aviso que eu deixo bem simples: se quiser, me procura você.
 Caio Fernando Abreu