(in)delicadeza de amar.

Páginas

terça-feira, 9 de agosto de 2011




Ah, se pudéssemos contar
As voltas que a vida dá
Pra que a gente possa encontrar
Um grande amor

É como se pudéssemos contar
Todas estrelas do céu
Os grãos de areia desse mar
Ainda assim...

(...)
Somente por amor
A gente põe a mão
No fogo da paixão
E deixa se queimar
Somente por amor
Movemos terra e céus
Rasgando os sete véus
Saltamos no abismo
Sem olhar pra trás
Somente por amor
A vida se refaz

E a morte não é mais
Pra nós... ♫