(in)delicadeza de amar.

Páginas

sexta-feira, 5 de agosto de 2011



Confesso que ando muito cansado, sabe? Mas um cansaço diferente. Um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem.  
Caio Fernando Abreu