(in)delicadeza de amar.

Páginas

segunda-feira, 19 de setembro de 2011




Você disse de uma forma calma que só me causava problemas, e eu, de todas as formas possíveis tentei dizer que não. Mas meu bem, você é o desastre mais bonito da minha vida. Você é a catástrofe mais constante e mais imprevisível do meu ser. Você bagunça a minha vida e sempre me deixa sozinha tentando colocar tudo no lugar. Mas eu nunca sei onde me coloco. Se não é em teus braços eu fico sem rumo e continuo bagunçada, acabada. Você me toca os lábios com sede de tocar o mundo, e teu mundo é tão bonito meu bem. Quero sentir tuas mordidas fortes sobre minha pele tão sensível. Quero estar com você. Quero estar com você até quando eu não puder estar com você. Eu morro sem respirar o mesmo ar que o teu, teu ar tem um cheiro bom, diferente do poluído e vazio que sinto quando se vai. Só volta. Só fica. Por favor.   Você bagunça a minha vida e sempre me deixa sozinha tentando colocar tudo no lugar. Mas eu nunca sei onde me coloco. Se não é em teus braços eu fico sem rumo e continuo bagunçada, acabada. Você me toca os lábios com sede de tocar o mundo, e teu mundo é tão bonito meu bem. Quero sentir tuas mordidas fortes sobre minha pele tão sensível. Quero estar com você. Quero estar com você até quando eu não puder estar com você. Eu morro sem respirar o mesmo ar que o teu, teu ar tem um cheiro bom, diferente do poluído e vazio que sinto quando se vai. Só volta. Só fica. Por favor.   


Scarlet Suelen