(in)delicadeza de amar.

Páginas

sábado, 22 de outubro de 2011

P1204295438_large


Às vezes tento não ser eu, porque se eu não for eu, eu não sentirei essa dor. Mas o amor é tanto que até as outras todas que eu posso ser também o sentem.


Tati Bernardi