(in)delicadeza de amar.

Páginas

sábado, 22 de outubro de 2011









E tudo bem, não é você, nunca foi, mas escuta a maluquice: é que nada disso impede que eu sinta um amor absurdo por você.


Tati Bernardi