(in)delicadeza de amar.

Páginas

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Tumblr_l6xthuijg51qa02cvo1_500_large


Eu não sou linear. Eu não sou uma pessoa terminada, eu não quero rótulos nem roteiros prontos, não existe começo nem fim em mim. Eu existo. Não sou produto, sou só coração. Vivo em um meio que me parece eterno. Um meio que me faz escrever, ser e mudar a cada dia. Se eu eu começasse a escrever minha vida, seria assim: ... Percebe? Eu sei que sim. Eu sou reticências. Sou 3 pontinhos. Sou o não-dito. Sou emoção e desejo. Palavras são o meu antídoto. Anti-monotonia, anti mau-humor, anti todo o amor que não há.


Fernanda Mello