(in)delicadeza de amar.

Páginas

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Tumblr_ltowsctv4b1qhmbr3o1_r2_500_large


Até hoje eu não sei se o nosso grande problema é o seu apego idiota a sua liberdade, ou a minha bipolaridade maldita que na nossa história, de alguma forma, é abafada por essa sua escolha de ter a mim e ao mundo, sem abrir mão de nenhum dos dois. Também não sei se o que me prende tanto a você é justamente essa impossibilidade de sermos, finalmente, nós. Mas alguma coisa me prende, e me prende demais. 


Caio Fernando Abreu