(in)delicadeza de amar.

Páginas

sábado, 21 de janeiro de 2012

Tumblr_ln3l4tnuec1qewg1jo1_500_large

‎- Descobri! Descobri!
- O quê?
- O que eu quero de um homem. Eu finalmente descobri.
- Amar?
- Hmmmm, eu já dedico isso inteiramente a mim e estou longe de me dar o suficiente.
- Então eu não sei.
- Eu quero tratar mal. Eu quero tratar mal. Eu quero tratar mal. Eu quero tratar mal.
- Esse é o problema das mulheres.
- Querer tratar vocês mal?
- É, só querer. A gente vai lá, e trata. Fim da obsessão.

Tati Bernardi