(in)delicadeza de amar.

Páginas

domingo, 19 de fevereiro de 2012

4926493175_b937e9d900_z_large

Quando não se tem nada a perder, só se tem a ganhar. Quando se para de  pedir, a gente está pronto pra começar a receber. O futuro é um abismo  escuro, mas pouco importa onde terminará a minha queda. De qualquer  forma, um dia seremos poeira.


Caio Fernando Abreu