(in)delicadeza de amar.

Páginas

quarta-feira, 27 de março de 2013




(...) Mas, no fundo, eu admito
Olhando assim de lado
Eu... te acho tão bonito

Quando eu conto d'um sujeito
Cê logo encolhe o peito
Supondo uma intenção
Acha qu'eu queria ter
Um homem de tevê
Que veste a perfeição

Se pedir eu ainda grito
Até d'olhos fechados
Eu... te acho mais bonito! ♪


Mallu Magalhães