(in)delicadeza de amar.

Páginas

quinta-feira, 4 de abril de 2013


E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais. Dessa minha mania tão boba de amar errado.

Caio F. Abreu