(in)delicadeza de amar.

Páginas

segunda-feira, 1 de abril de 2013





Tenho um pinto no cérebro. Sempre que algum homem fala algo muito inteligente ele cresce e me fura os olhos. Eis o amor cego.

 - Tati Bernardi