(in)delicadeza de amar.

Páginas

sexta-feira, 8 de novembro de 2013




Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
 Até quando o corpo pede um pouco mais de alma, a vida não para.

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
 Eu me recuso, faço hora vou na valsa, a vida é tão rara.