(in)delicadeza de amar.

Páginas

quarta-feira, 16 de março de 2011

Sabe o que é realmente inútil? Esperar um ‘eu te amo’ de alguém que nunca vai te dar nem ‘bom dia.