(in)delicadeza de amar.

Páginas

domingo, 1 de maio de 2011

Dói muito, mas eu não vou parar. A minha não desistência é o que de melhor posso oferecer a você e a mim neste momento.
Caio F. Abreu.