(in)delicadeza de amar.

Páginas

quarta-feira, 29 de junho de 2011



Eu não queria ter ido tão longe. Nem seguido alguém que eu não podia, nem aturado quem eu nunca pude. Eu só queria que ele aparecesse. O homem que vai me olhar de um jeito que vai limpar toda a sujeira, o rabisco, o nó. O homem que vai ser o pai dos meus filhos e não dos meus medos(…) Cansei de morrer na vida das pessoas.
             Tati Bernardi