(in)delicadeza de amar.

Páginas

domingo, 10 de novembro de 2013


Não consigo molhar os pés apenas, eu mergulho e só paro quando me afogo, eu me queimo e só paro quando derreto, eu me jogo e só paro quando me param.

Martha Medeiros