(in)delicadeza de amar.

Páginas

domingo, 10 de novembro de 2013


Que eu consiga ser quem eu sou e bata palmas no final! Mesmo que eu escorregue em mim e puxe a cortina antes do espetáculo acabar. Quem vai dizer que não era essa a melhor parte do show?

Martha Medeiros