(in)delicadeza de amar.

Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Tumblr_lnkqx56wxw1qdn8c9o1_500_large_large


E começaria a chorar e quebrar coisas, vasos, sua tevê nova, essas coisas materiais que não tinham muita importância. Com lágrimas escorrendo sobre seu rosto caiu no chão de joelhos e viu que não tinha mais jeito, ele acabava de descobrir que a pessoa que mais ama e venera era feliz sem ele!


Caio Fernando Abreu