(in)delicadeza de amar.

Páginas

domingo, 10 de novembro de 2013




Não cabe reconstruir duas vezes a mesma vida numa só existência.

Caio F. Abreu